África do Sul
Angola
Argélia
Benin
Botswana
Burkina Faso
Burundi
Cabo Verde
Camarões
Chade
Comoros
Congo
Costa do Marfim
Djibut
Eritreia
Gabão
Gambia
Gana
Guiné
Guiné Bissau
Guiné Equatorial
Lesoto
Libéria
Líbia
Madagascar
Malawi
Mali
Marrocos
Maurícias
Mauritânia
Moçambique
Namíbia
Niger
Nigéria
Quenia
R. Centro Africana
R. Democrática do
Congo
Ruanda
Saara Ocidental
São Tomé e Príncipe
Senegal
Serra Leoa
Seychelles
Somália
Sudão
Swazilandia
Tanzania
Togo
Tunísia
Uganda
Zâmbia
Zimbabwe



Eritreia



A Eritreia (br. Eritréia) é um jovem país africano, limitado a norte e leste pelo Mar Vermelho, por onde faz fronteiras com a Arábia Saudita e com o Iémen, a sul com o Djibouti e com a Etiópia e a oeste com o Sudão. Capital: Asmara.

Ex-colônia italiana, a Eritréia foi ocupada pelo Reino Unido em 1941. Em 1952 as Nações Unidas resolveram transformá-la em entidade autônoma federada à Etiópia como um acordo entre as reivindicações etíopes por soberania e as aspirações da Eritréia por independência. Entretanto, dez anos depois o imperador da Etiópia, Hailé Selassié, decidiu anexá-la, dando início a uma luta armada de 32 anos.

Isso culminou em independência logo depois que uma aliança da Frente Eritréia de Libertação do Povo (FELP) e de uma coalizão de movimentos da resistência etíope derrotou o sucessor comunista de Hailé Selassié, Mengistu Haile Marian.

Em 1993, num referendo apoiado pela Etiópia, o povo eritreu votou quase que unanimemente em favor da independência, deixando a Etiópia sem saída para o mar.

No entanto, os dois países não se tornaram bons amigos. Os principais tropeços para melhorar as relações são o acesso etíope difícil aos portos eritreus de Massawa e Assab, e as condições comerciais desiguais entre os dois países.

Em 1998 disputas de fronteira em torno da cidade de Badme irromperam em hostilidades abertas. Isso terminou formalmente com um tratado de paz em junho de 2000, mas não sem antes deixar ambos os lados com milhares de soldados mortos.

A Eritréia saiu de sua demorada guerra de independência em 1993 somente para mergulhar mais uma vez em guerra, primeiro com o Iêmen e depois, mais devastadoramente, com sua velha adversária, a Etiópia.

Ela enfrenta agora a gigantesca tarefa de reconstruir um país devastado por mais de 30 anos de conflito, com sua infra-estrutura, seus edifícios e seus campos destruídos.

História A história pré-colonial da zona onde fica Eritréia não é muito conhecida, mas em Setembro de 1999 um grupo internacional de biólogos-marinos e geólogos descobre em Eritréia a resposta para uma das questões mais importantes sobre a evolução da raça humana: quando os nossos primeiros antecedentes começaram a emigrar da África. Foram descobertas na baía de Zula ferramentas de pedra com mais de 125 000 anos enterradas em corais antigos pelas praias do Mar Vermelho, provavelmente da civilização da Alburteia (ou civilização alburteana).

Geografia A Eritréia tem quatro principais regiões fisiográficas: a planície costeira do mar Vermelho; o planalto centro-sul, que forma o núcleo do país; as colinas das áreas norte e centro-oeste; e os amplos planaltos ocidentais.

A costa do Mar Vermelho estende-se por mais de 1000 quilômetros, e é dessa água que deriva o nome do país (erythrós, em grego é "vermelho"). A oeste, a planície costeira eleva-se subitamente para o planalto, onde as altitudes vão de 1830 a 2440 metros acima do nível do mar e chuva anual é significativamente mais alta que na costa.

As terras das colinas ao norte e oeste do centro do planalto vão de 760 a 1370 metros acima do nível do mar, e geralmente recebem menos chuva do que o planalto. As amplas planícies ficam a oeste do rio Baraka e ao norte do rio Setit.

Língua oficial tigrinya e árabe Capital Asmara Presidente Afworki Isaias Área - Total - % água 96º 121,320 km² Insignificante População - Censo (2002) - est.2005 - Densidade 118º lugar 4.298.269 4.561.599 37/km² Independência - Data da Etiópia 24 de Maio, 1993 Moeda Nakfa Fuso horário UTC +3